Tag Archives: luis filipe vieira

Direitos Televisivos

Luís Filipe Vieira ao ter confirmado que os direitos televisivos passariam para a esfera da BenficaTV deverá ter descoberto a pólvora. Só pode, porque pergunto porque é que Real Madrid, Barcelona ou Manchester United nunca fizeram o mesmo? Se alguém souber como é que vai fazer dinheiro, sem sequer ter os meios para o fazer, por favor deixe um comentário. É que confesso que não percebo como….

Anúncios

Querido Lider

Soube através de aqui que ao que aprece existe um Blogue de apoio a Luis Filipe Vieira, nas próximas eleições. Não me oponho. Mas pelo estilo de escrita diria que o Blogger em causa deve ter estagiado num qualquer pasquim Norte Coreano.

Burro velho não aprende linguas

Este ditado serve na perfeição o estado de alma do universo benfiquista. A Blogosfera parece estar a acordar agora, e tarde, para os defeitos da liderança de Jorge Jesus no comando técnico da nossa equipa. Lamento informar, mas estão muito atrasados. Neste blogue desde o início que venho dizendo que Jorge Jesus não passa de um bluff feito pela imprensa. Basta para isso ,e para quem quiser dar-se ao trabalho, de procurar nos arquivos deste blogue. Eu confesso que nem tenho coragem de me dar ao trabalho pois foram tantos os posts que coloquei aqui que faria uma lista infindável. Mesmo no ano em que fomos campeões na última jornada, e no primeiro ano de JJ, atrevo-me mesmo a dizer que o mesmo só foi possível porque o hulk esteve suspenso seis meses e o Jesualdo já era um caso arrumado na agremiação nortenha. A partir daí foram equívocos atrás de equívocos sempre aparados por quem lidera. Tivemos um Roberto que nos custou um título e que depois foi empandeirado sem que ninguém questionasse o porquê de sequer ter calçado as luvas. Até foi visto como um brilhante acto de gestão. No ano passado foi o caso Emerson em que insistiu com ele até ao fim, quando até um cego via que não era solução e que até a nível interno havia alternativas. Mas JJ acha que sabe mais que todos nós, que um simples treinador de sofá. Está provado que não. Emerson teve o mesmo destino que Roberto, e mais uma vez sem que ninguém o questionasse o porquê de ter insistido no jogador para no final da época o ter dispensado. Se não servia para agora, é óbvio que não servia antes. E depois as contratações ridículas e algumas dispensas que não se percebe. Djaló, Ola John, Michel, e afins…mas para quê? O Benfica caiu num erro grave e a ver vamos se não vamos pagar bem caro essas opções. O erro consistiu que era melhor assegurar os jogadores antes de outros partirem. Mas o mercado não está para isso. Ninguém tem dinheiro para pagar cláusulas de rescisão, à excepção de dois ou três clubes e mesmo esses não vêm o mercado português como um mercado atractivo, uma vez que vende caro jogadores de tenra idade que são pouco mais que uma incógnita. E esses mesmos clubes que têm “ainda” algum poder económico querem jogadores de créditos firmados pois não têm tempo para jogadores “melões”. O caso do defesa esquerdo é sintomático da má preparação de mais uma época. Como não se vendeu, agora há um excedente em algumas posições e carência noutras. Iniciamos a época sem um lateral de raiz. Aposta-se num jogador que desconhece a posição. Um jogador jovem, que nas palavras de JJ está ainda numa fase de aprendizagem a uma nova posição. No entanto temos jogadores da mesma idade na equipa B como o Carole ou o Luís Martins que sempre jogaram nessa posição. Não estou a dizer com isto que estes dois são melhores ou piores que o Melgralejo. A questão está na mensagem que JJ passa para o resto do plantel. E essa é que nem que sejas o melhor do mundo na equipa B, jamais vais calçar na equipa principal. Depois temos a equipa escolhida para o primeiro jogo da época…sem sentido algum. Jogar com o Braga com dois pontas de lança de raiz, dois extremos abertos e apenas dois jogadores de meio campo sem organizador de jogo? O que estará a pensar Carlos Martins, Enzo Perez e companhia que até deram algumas boas indicações? E quem temos nós para substituir o Witsel ou o Javi sabendo que JJ nunca roda as equipas e que esgota os jogadores até ao fim? Este é talvez o plantel mais desequilibrado dos últimos anos, apesar de se terem gasto mais 22 milhões a somar a umas centenas de passivo que pouco ou nada deram ao Glorioso. Está na hora de repensar o Benfica e o que querem os Benfiquistas de uma forma séria, elevada e democrática.É que para JJ e LFV o futuro é sempre o dia de amanhã. Quem vier atrás que feche a porta e apague a luz, porque a herança é pesada!

Entrevista

de LFV à BenficaTV ontem à noite. Após ter admitido alguns erros, nomeadamente na construção do plantel e na preparação da época, este ainda assim, e ao contrário de quando foi campeão sacudiu um pouco a àgua do seu capote. Todos nos lembramos das entrevistas que LFV deu no final do campeonato passado como que fosse ele o único obreiro do título. Recordo-me que nessa altura chegou mesmo a ser deselegante com JJ e principalmente com Rui Costa, dizendo que foi ele o responsável pela vinda de muitos dos reforços. No momento em que as coisas correm para o “torto” já diz que se calhar devia ter delegado menos. Em relação ao resto da entrevista nada mais de relevante deve ser considerado, a não ser o assinalar da primeira “divergência” entre JJ e LFV e ainda a época não começou. O primeiro afirmou no Sábado que para o ano tem a certeza de que irá ser campeão, o segundo diz que vai extender a mensagem ao plantel em que cada jogo será uma final e que passo a passo se vai construindo um processo com o objectivo final de tentar ser campeão.

Entrevista

Ainda sobre a recente entrevista de LFV à Sic, como se esperva não houve qualquer novidade. Até o anúncio que Pedro Mantorras poderia deixar a actividade, não apanhou ninguém de surpresa, pois todos nós sabiamos que mais dia menos dia tal ia acontecer. Em relação ao tema Roberto, como é óbvio limitou-se a defender a sua dama, sendo que eu faria o mesmo. Se já é dificil no mercado vender um jogador naquela posição específica, qualquer palavra mal medida, poderia fazer com que a cotação de Roberto descesse ainda mais. Esteve bem quando colocou Rodrigo Guedes de Carvalho em sentido ao referir que estava ali para falar do Benfica e não de assuntos paralelos que nada têm a ver com o clube. Ainda assim acho que se alongou demasiado no caso Queoróz sem qualquer necessidade.
Por último o tema das arbitragens. Fez bem em falar das (más) arbitragens, e da dualidade de critérios que prejudicaram o Benfica neste início de campeonato. No entanto acho que a posição que adoptaram no campeonato passado é a melhor estratégia. Os jogos ganham-se com bolas dentro da baliza do adversário, e isso aquela equipa sabe fazê-lo com competência.

Entrevista LFV

Ontem tive a oportunidade de ver a entrevista de MST a LFV na SIC. Se fosse um jogo de futebol, era daqueles jogos em que diria que LFV ganhou calmamente o jogo, restando saber se por mérito próprio, ou por demérito do adversário. LFV mostrou segurança, tendo sido abordados diversos temas da actualidade benfiquista. A sustentabiliade financeira, a política desportiva, os “túneis”, as “escutas”, nada ficou por esclarecer, sendo que me apraz dizer que o Benfica está finalmente no caminho certo.
Uma palavra para MST. Confesso que o prefiro como entrevistado e não como entrevistador, e ontem frente a um rival assumido, estava à espera que fosse mais acutilante e mordaz. Mas não. Mostrou-se pouco à vontade, uma vez que ele próprio tem sido um feroz crítico à gestão de Pinto da Costa, e era notório que alguns temas, também para ele tinham uma fraca sustentabilidade.

Futuro

Luis Filpe Vieira tem agora uma maior tranquilidade para preparar o próximo triénio que aí vem. Este é possivelmente o ano de todas as decisões. É urgente uma política desportiva vencedora, pois os Benfiquistas têm “fome” de vitórias. Um clube como o Benfica não pode ficar tantos anos sem ganhar um campeonato. Ao mesmo tempo, para se ter uma política desportiva vencedora, não se pode ao após ano estar a “mandar” dinheiro para os problemas, na esperança que isso por si só resolva os problemas. Está provado que não, e este ano lá vamos nós gastar mais 20 milhões de euros. É de facto muito dinheiro, que esperemos que de futuro não traga mais problemas ao Benfica, porque já os tem que chegue.
Tem de haver rigor na gestão do nosso clube, mas primeiro que tudo, urge saber de onde partem tantas fugas de informação que constantemente minam a estrutura Benfiquista. A partir daí preparar a próxima época com tranquilidade, uma vez que o início desta já foi suficientemente atribulada.