Tag Archives: Jorge Jesus

Benfica vs Gil Vicente

Jogo sem muita história, principalmente pelo golo madrugador de Lima, que facilitou a tarefa. Apenas referência para André Gomes e Luisinho ambos com bom jogo e um golo, e uma excelente primeira parte. A segunda foi só gerir. Talvez tenha sido mais fácil pelo facto de Jorge Jesus não ter inventado e ter posto os jogadores nas suas posições naturais. Mas isso sou eu que digo que não percebo nada de bola.

Anúncios

Jesus…o motivador

Jesus já deu muitas provas de que é um motivador nato. Depois de um excelente jogo de Luisinho, Jorge Jesus tem uma “tirada” fantástica ao afirmar que Luisinho vai dando para consumo interno, que na champions a intensidade é outra. Eu digo mesmo de Jorge Jesus, cá dentro vai dando, já na champions a intensidade é outra. Moral do caralho!

Burro velho não aprende linguas

Este ditado serve na perfeição o estado de alma do universo benfiquista. A Blogosfera parece estar a acordar agora, e tarde, para os defeitos da liderança de Jorge Jesus no comando técnico da nossa equipa. Lamento informar, mas estão muito atrasados. Neste blogue desde o início que venho dizendo que Jorge Jesus não passa de um bluff feito pela imprensa. Basta para isso ,e para quem quiser dar-se ao trabalho, de procurar nos arquivos deste blogue. Eu confesso que nem tenho coragem de me dar ao trabalho pois foram tantos os posts que coloquei aqui que faria uma lista infindável. Mesmo no ano em que fomos campeões na última jornada, e no primeiro ano de JJ, atrevo-me mesmo a dizer que o mesmo só foi possível porque o hulk esteve suspenso seis meses e o Jesualdo já era um caso arrumado na agremiação nortenha. A partir daí foram equívocos atrás de equívocos sempre aparados por quem lidera. Tivemos um Roberto que nos custou um título e que depois foi empandeirado sem que ninguém questionasse o porquê de sequer ter calçado as luvas. Até foi visto como um brilhante acto de gestão. No ano passado foi o caso Emerson em que insistiu com ele até ao fim, quando até um cego via que não era solução e que até a nível interno havia alternativas. Mas JJ acha que sabe mais que todos nós, que um simples treinador de sofá. Está provado que não. Emerson teve o mesmo destino que Roberto, e mais uma vez sem que ninguém o questionasse o porquê de ter insistido no jogador para no final da época o ter dispensado. Se não servia para agora, é óbvio que não servia antes. E depois as contratações ridículas e algumas dispensas que não se percebe. Djaló, Ola John, Michel, e afins…mas para quê? O Benfica caiu num erro grave e a ver vamos se não vamos pagar bem caro essas opções. O erro consistiu que era melhor assegurar os jogadores antes de outros partirem. Mas o mercado não está para isso. Ninguém tem dinheiro para pagar cláusulas de rescisão, à excepção de dois ou três clubes e mesmo esses não vêm o mercado português como um mercado atractivo, uma vez que vende caro jogadores de tenra idade que são pouco mais que uma incógnita. E esses mesmos clubes que têm “ainda” algum poder económico querem jogadores de créditos firmados pois não têm tempo para jogadores “melões”. O caso do defesa esquerdo é sintomático da má preparação de mais uma época. Como não se vendeu, agora há um excedente em algumas posições e carência noutras. Iniciamos a época sem um lateral de raiz. Aposta-se num jogador que desconhece a posição. Um jogador jovem, que nas palavras de JJ está ainda numa fase de aprendizagem a uma nova posição. No entanto temos jogadores da mesma idade na equipa B como o Carole ou o Luís Martins que sempre jogaram nessa posição. Não estou a dizer com isto que estes dois são melhores ou piores que o Melgralejo. A questão está na mensagem que JJ passa para o resto do plantel. E essa é que nem que sejas o melhor do mundo na equipa B, jamais vais calçar na equipa principal. Depois temos a equipa escolhida para o primeiro jogo da época…sem sentido algum. Jogar com o Braga com dois pontas de lança de raiz, dois extremos abertos e apenas dois jogadores de meio campo sem organizador de jogo? O que estará a pensar Carlos Martins, Enzo Perez e companhia que até deram algumas boas indicações? E quem temos nós para substituir o Witsel ou o Javi sabendo que JJ nunca roda as equipas e que esgota os jogadores até ao fim? Este é talvez o plantel mais desequilibrado dos últimos anos, apesar de se terem gasto mais 22 milhões a somar a umas centenas de passivo que pouco ou nada deram ao Glorioso. Está na hora de repensar o Benfica e o que querem os Benfiquistas de uma forma séria, elevada e democrática.É que para JJ e LFV o futuro é sempre o dia de amanhã. Quem vier atrás que feche a porta e apague a luz, porque a herança é pesada!

Só para relembrar…

que o JJ  já nos deve dois campeonatos. O primeiro quando insistiu no Roberto, e o segundo quando insistiu no Emerson. A parte mais curiosa é que nas épocas logo a seguir a ambos aconteceu o mesmo. Foram despachados como se a responsabilidade das contratações e das suas utilizações não fosse de ninguém.

Troca de Gaitan por Bruno

O JJ diz que ganhou o jogo porque trocou o Gaitán pelo Bruno César, pois tinha de fazer alguma coisa para ganhar o jogo. Diga? Vocês viram alguma coisa?

Inadmissível

a condição física da equipa do Benfica. Quando é que JJ percebe que não pode ter um plantel com jogadores com 40 jogos nas pernas e outros com três. O resultado é simples. Lesões por inactividade, falta de rotinas dos jogadores que entram e jogos sofridos. Miguel Vitor vai-nos fazer falta em Londres. Ele é bom jogador, só o JJ é que não vê isso.

Piadola de circunstância…

Já se sabe que JJ tem uma apetência por jogadores estrangeiros, em especial da América do Sul. O que não se sabia era porquê. O 3aneldaluz está em condições de adiantar os motivos. É que os jogadores estrangeiros têm mais facilidade em perceber JJ quando este fala do que os jogadores portugueses!