Culpa própria

Perdemos o segundo campeonato por culpa própria, nada mais que isso. O resto é foclore.

Benfica vs Gil Vicente

Jogo sem muita história, principalmente pelo golo madrugador de Lima, que facilitou a tarefa. Apenas referência para André Gomes e Luisinho ambos com bom jogo e um golo, e uma excelente primeira parte. A segunda foi só gerir. Talvez tenha sido mais fácil pelo facto de Jorge Jesus não ter inventado e ter posto os jogadores nas suas posições naturais. Mas isso sou eu que digo que não percebo nada de bola.

Jesus…o motivador

Jesus já deu muitas provas de que é um motivador nato. Depois de um excelente jogo de Luisinho, Jorge Jesus tem uma “tirada” fantástica ao afirmar que Luisinho vai dando para consumo interno, que na champions a intensidade é outra. Eu digo mesmo de Jorge Jesus, cá dentro vai dando, já na champions a intensidade é outra. Moral do caralho!

Direitos Televisivos

Luís Filipe Vieira ao ter confirmado que os direitos televisivos passariam para a esfera da BenficaTV deverá ter descoberto a pólvora. Só pode, porque pergunto porque é que Real Madrid, Barcelona ou Manchester United nunca fizeram o mesmo? Se alguém souber como é que vai fazer dinheiro, sem sequer ter os meios para o fazer, por favor deixe um comentário. É que confesso que não percebo como….

Eleições

Está aberta a campanha eleitoral. Confesso que nenhum me entusiasma e acho que é assim que vai ser até final. LFV com o discurso de ou eu ou o caos, e Rangel achando-se moralmente superior pois nunca esteve nem nunca apoiou anteriores direcções. 

LFV no seu discurso da Bairrada não apresentou o seu programa. Não basta afirmar que ele é o garante da continuidade, da credibilidade e da seriedade e que se não fosse ele hoje o Benfica não existia, e que todos os que pensam de forma diferente são apelidados de Vales e Azevedos da vida. Isto dito a um Benfiquista que se preze é pior do que lhe chamarem filho da puta. Mas ideias nada até agora. Qual é a política desportiva que querem seguir, o que fazer com as transmissões, qual a equipa que o acompanha, como combater o passivo do clube, qual o futuro da formação e qual o futuro das modalidades amadoras. Isto entre outros assuntos que preocupam os Benfiquistas. Face a isto sabemos o que aí virá. 

Quanto a Rangel, ao que parece a sua apresentação foi vibrante, esclarecedora e de certa forma surpreendente pois ao que parece apresentou já as linhas gerais do seu programa. No entanto não é com este tipo de discurso que vai lá. Dizer que terá de forçosamente haver corte nas gorduras do clube como o estado está a fazer com a população, não é de modo geral um discurso que movimente as massas. Não que não concorde, uma vez que só em jogadores são para mais de oitenta, sendo muitos de qualidade duvidosa e outros dos quais nem sequer o paradeiro sabemos. Outra coisa que me irrita bastante, e sei que está na moda é que o Benfica tem de olhar para a sua formação e nomeadamente para o jogador português. Eu confesso que me custa ver o Benfica jogar sem nenhum português, no entanto como Benfiquista o que eu quero é apenas que sejam bons sendo a sua nacionalidade um acessório. Voltando ao tema da formação, eu olho para esta equipa B do Benfica e não vejo um jogador que seja que possa ser titular de caras, na equipa A. Aliás acho que nem no banco têm lugar. É que eu não quero que o Benfica seja um Sporting. Gabam-se da sua formação ( de inquestionável qualidade ) mas não a sabem aproveitar financeiramente ou desportivamente. 

É por isto que digo que nenhum me entusiasma.

Remendos

Escrevo estas palavras no decorrer do intervalo entre o Benfica e o Beira Mar. Já poderia ter escrito estas palavras há mais tempo, mas ainda pensei que podia dar para consumo interno. Mas não, o tempo encarrega-se de tudo isto e esta equipa do Benfica não é mais que uma manta de remendos e cheia de equívocos. Querer ser campeão com um lateral que é extremo, um central que nunca será central, um 6 que não é 6, um extremo adaptado a 8, e um outro extremo que tem tudo para ser um dos melhores na sua posição, mas não quer, assim não se vai lá. A isto tudo a juntar a um Maxi em baixo de forma e um Sálvio que em três semanas parece que desaprendeu de jogar. Já não vou falar que não marcamos um golo de canto há mais de uns 40! A isto só me resta fechar com uma conclusão. Não há paciência para tamanha incompetência, começando lá em cima e terminando no relvado. Agora vou ali tomar um Xanax para ver se aguento a segunda parte, tal é a camada de nervos!!!

P.S. – Já disse que numa altura que o Aimar (vénia) não vai para novo, o Ganso foi do Santos (esses mesmos que queriam o Kardec) para o São Paulo pelo valor de um Ola John que nem convocado é?

P.S.1 – (Actualizado) Ganhámos porque o Beira Mar abdicou de atacar na segunda parte!

P.S.2 – está provado que os adeptos do Benfica não gostam do tipo de futebol do Barcelona. Numa altura em que se pedia que tivéssemos posse de bola, e quando houve ali períodos que até as estávamos a trocar bem, o pessoal lembra-se de assobiar. Resultado? Perdíamos a bola!

Equívocos

Quem achar que o Enzo Pérez pode fazer de Witsel, está muito enganado e percebe muito pouco de futebol. Aliás, a culpa até nem é dele, e por mais que me custe, nem sequer do JJ. A culpa é da incompetência desta direcção que não soube salvaguardar os interesses do treinador, equipa e adeptos. E o Gaitán pá? Que merda é aquela????